BLOG

Acompanhe as opiniões e informações dos especialistas do Grupo Elo Logistics.

Exportação Temporária

A exportação temporária é um regime aduaneiro especial que permite que as mercadorias saiam do país, suspendam o pagamento das taxas de exportação (se houver), mas retornem como exportadas dentro de um período especificado. A regulamentação aduaneira e a IN/RFB nº 1.600/15 é a legislação básica sobre exportações temporárias.

 

Bens que podem ser submetidos ao Regime de Exportação Temporária:

De acordo com o artigo 91 da IN/RFB nº 1.600/15, podem ser apresentados ao Regime Aduaneiro Especial de Exportação Temporária os seguintes documentos:

  1. Bens destinados a eventos científicos, técnicos, educacionais, religiosos, artísticos culturais, esportivos, políticos, comerciais ou industriais;
  2. Bens destinados às atividades de pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico aprovadas pelo CNPq ou pela Finep;
  3. Animais para pastoreio, adestramento, cobertura, cuidados da medicina veterinária e os bens destinados a essas atividades;
  4. Bens destinados a promoção comercial, inclusive amostras sem destinação comercial e mostruários de representantes comerciais, representantes legais, colaboradores ou prepostos das empresas solicitantes do regime;
  5. Bens destinados a eventos ou operações militares;
  6. Bens destinados a assistência e salvamento em situações de calamidade ou de acidentes de que decorra dano ou ameaça de dano à coletividade ou ao meio ambiente;
  7. Bens destinados à prestação de assistência técnica a produtos exportados, em virtude de garantia;
  8. Bens destinados à substituição de outro bem ou produto nacional, ou suas partes e peças, anteriormente exportado definitivamente, que deva retornar ao país para reparo ou substituição, em virtude de defeito técnico que exija sua devolução;
  9. Bens que serão objeto de homologação, ensaios, perícia, testes de funcionamento ou resistência, ou que serão utilizados no desenvolvimento de produtos ou protótipos;
  10. Bens destinados a execução de contrato de arrendamento operacional, de aluguel, de empréstimo ou de prestação de serviços, no exterior.
  11. Bens destinados a atividades relacionadas com a intercomparação de padrões metrológicos, aprovadas pelo Inmetro;
  12. Veículos terrestres ou embarcações de esporte e recreio, inclusive motos aquáticas, destinadas ao uso de seu proprietário ou possuidor, transportados ao amparo de conhecimento de carga;
  13. Bens integrantes de bagagem desacompanhada de residente;
  14. Equipamentos, partes, peças, ferramentas e acessórios a serem utilizados no conserto, na manutenção ou no reparo de aeronaves;
  15. Equipamentos, partes e peças destinados a substituição em aeronaves em decorrência de garantia, reparo, revisão, manutenção, renovação ou recondicionamento (exchange); e
  16. Equipamentos utilizados por empresa aeronáutica para remoção de aeronaves imobilizadas em consequência de avarias sofridas (recovery kit).

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts Recentes

RECOF

O Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial sob Controle Aduaneiro Informatizado (RECOF) possibilita com que o beneficiário importe ou compre no mercado interno, com o

Leia mais »

PADIS

O Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores e Displays (PADIS) é uma soma de incentivos fiscais federais estabelecidos com a finalidade

Leia mais »

RECAP

O Regime Especial de Aquisição de Bens de Capital para Empresas Exportadoras (RECAP) é um incentivo fiscal que impossibilita a obrigação de alguns tributos na

Leia mais »

Pesquisa

Sobre

Com mais de 30 anos de experiência, dispomos de ampla gama de soluções, prezando pela parceria, transparência e respeito aos padrões éticos.

Faça seu orçamento!